Tudo sobre pets

Cães Braquicefálicos

Um focinho achatado pode esconder muitas coisas

Artigo publicado por Maria Paula

As pessoas são diferentes umas das outras, algumas são altas e magras e outras são baixas e robustas, são muitas as variações de cor dos olhos, cabelos e pele, altura, tamanha da boca, nariz e orelha, portanto com os animais não seria diferente, eles também possuem suas diferenças e peculiaridades, os tornando únicos.

Essas variações são bem definidas principalmente em cães de raça, que ao passar dos anos foram sendo reproduzidos para aprimorar características marcantes, como os pelos e o tamanho do yorkshire, a pelagem curta e as orelhas pontiagudas e simétricas do pastor alemão, o aspecto comprido do corpo do basset hound, o tamanho gigante do Dogue alemão, e a robustez e focinho característicos de raças como Boxer, Pug, Pequinês, Chow Chow, Buldogue, buldogue francês, chihuahua, Sharpei, Lhasa apso, Cocker Spainel, Shihtzu, Cavalier, e muitos outros.

buldogue francês

Essas raças de cães que possuem o focinho achatado são chamados de cães braquicefálicos, que tem como significado cabeça curta, e por causa disso seu sistema respiratório superior e seu crânio é pequeno, acarretando uma série de disfunções para o cão. O que muitas vezes é considerado belo e com pedigree, pode estar sujeito a uma anatomia tão alterada e tão reproduzida através dos tempos que causam problemas sérios no cachorro, que devem ser tratados para o animal viver da melhor maneira possível.

Problemas de saúde

Os problemas de saúde em cães braquicefálicos são muitos, principalmente os ligados ao sistema respiratório. Um dos problemas comum a esses animais é o prolongamento do palato mole,  que é um continuidade do palato duro que fica no céu da boca dividindo a cavidade oral e nasal dos animais, auxilia  na deglutição e fonação, em animais sem anormalidades o palato mole cumpre sua função de divisão das cavidades, mas em braquicefálicos o palato mole é muito grande, como se não coubesse direito dentro da cavidade oral do animal, provocando sons de ronco, e dificultando a deglutição, porém esse palato mole prolongado pode seu retirado cirurgicamente.

shar pei

Esses animais também possuem  estenose das narinas que dificulta a respiração do cachorro, pois suas narinas possuem uma luz pequena, dificultando a passagem de ar. Frequentemente ocorrem problemas oculares devido a sua cabeça curta, pois alguns ossos são mais curtos que o normal, principalmente os ossos que compõem a orbita que são mais rasos, assim os olhos dos cães podem sair facilmente devido a pancadas atrás da cabeça ou até mesmo de um puxão na coleira.

Cuidados Especiais

Por terem sua anatomia e fisiologia alteradas esses cachorros precisam de cuidados especiais, como deixar de usar a coleira de pescoço, pois de puxada incorretamente pode fazer os olhos dos animais saírem da órbita, então é necessário  o uso de coleiras peitorais. Na hora do parto, graças a sua cabeça grande, é necessário fazerem procedimentos como césareas. Os braquicefálicos também são menos intolerantes as temperaturas altas, por isso é importante estar sempre atento ao calor extremo, principalmente em viagem de avião, onde os animais não vão na cabine Junto com o dono. Também é importante sempre ficar de olho na pele do animal, pois ele possui muitas dobras em seu corpo que podem estar escondendo uma dermatopatia.

Síndrome braquicefálica

pug

Essa síndrome que ocorre em raças braquicefálicas, que são cães que sofrem estresse respiratório constantemente, está relacionada a todas as alterações das estruturas respiratórias do animal, dificultando sua respiração, causando sons estranhos e dificultando a deglutição.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário: