Tudo sobre pets

Alergia Alimentar Felina

Gatos, assim como seres humanos, também podem desenvolver alergia alimentar

Artigo publicado por Maria Paula

Quem tem gato pode não imaginar mas o seu animal de estimação pode sofrer com reações alérgicas a alimentos, é a chamada alergia alimentar felina. Muitos se dão conta apenas quando o gato já apresenta diversos sintomas, por isso é importante estar atento à alimentação deles e a qualquer sinal de mudanças de comportamento e de que ele está passando mal, o veterinário deve ser procurado. As intolerâncias alimentares, assim como acontece nas pessoas, são incômodas, então tenha cuidado com o gato para que ele tenha uma vida saudável sem enfermidades.

alergia em gato

O que é a Alergia Alimentar em Gatos? 

Tudo começa com o chamado alergeno, esta é a substância que está no alimento e causa a reação alérgica. O felino pode criar uma sensibilidade a um alimento ingerido, no caso o alergeno, a qualquer momento. Pode ser em um alimento que ele está habituado a comer ou alguma coisa nova que entrou no cardápio. Os sintomas da alergia podem aparecer em minutos, horas ou até dias.

Como é Transmitida?

A alergia alimentar acontece por fatores biológicos próprios do gato, assim como acontece com as pessoas. Por exemplo, algumas pessoas têm alergia a leite enquanto outras não. Por isso não existe uma transmissão da doença. O diagnóstico pode ser feito por um veterinário, que indicará o melhor tratamento.

Sintomas

Os sintomas estão divididos em cutâneos e intestinais, e é importante que os donos observem qualquer alteração neste sentido nos animais. Os sinais clínicos da alergia felina na pele são: inflamação, coceiras, lesões cutâneas, perda de pelo. Já os sintomas da alergia alimentar felina no trato intestinal são: diarreia, vômito, flatulência, dor abdominal. Elas podem acontecer ao mesmo tempo, e em cada gato aparece de forma diferente.

Tratamento

O veterinário é quem pode indicar como tratar o gato. Para que ele tenha cura, é preciso de alguns cuidados. Primeiro é preciso identificar qual o alimento está fazendo mal e depois retirar este alergeno da sua alimentação. Uma vez que não o ingere mais, não existe mais alergia. Para as reações na pele e intestinos que apareceram, é preciso tratar com remédios passados pelo veterinário.

alergia alimentar felina

Prevenção

As profilaxias, ou seja, métodos de prevenção, para o caso de alergia é cuidar da alimentação do felino. Os donos precisam evitar dar alimentos como carne bovina, suína, leite, embutidos, entre outros para os animais. A prevenção da alergia alimentar em gatos é feita dando apenas alimentos direcionados para eles como as rações. Mesmo assim, ele pode ter reação a determinada ração, por isso ou método de tratamento preventivo é sempre fazer visitas regulares ao veterinário e indicar quando houver qualquer problema.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Gatos




Envie seu comentário: