Tudo sobre pets

Por Que Cães Braquicefálicos Não Podem Andar de Avião no Brasil

Confira detalhes sobre uma anomalia que ataca algumas raças de cães e suas limitações.

Artigo publicado por Maria Paula

Embora pareça, mais não é nada simples levar o seu animal de estimação para uma viagem, embora a vontade estar sempre perto dele cuidando e dando carinho seja imensa, não é tão fácil assim como gostaríamos.

As empresas aéreas e suas regras, estão no meio de fatores importantes que podem impedir o passeio do seu mascote, pois nelas existem algumas restrições que por um cuidado especial com a saúde do seu cão, é preciso serem respeitadas, o que pode causar angustia para certos donos que são obrigados a se mudar de país, ou por alguma razão devem passar muito tempo em algum outro país ou lugar longe.

bulldog inglês braquicefálico

Síndrome Braquicefálica

É um agravante que algumas raças de cães passam quando possuem respiração afetada, seja por motivos genéticos ou não, geralmente são os de focinhos e cabeças achatadas, uma condição que pode surgir nos animais caracterizada por um prolongamento do palato e pela estenose das narinas, que nada mais é do que um estreitamento dos orifícios nasais. É possível que esta síndrome seja exclusiva dos pequeninos com menos de 5 Kg, e de alguns tipos específicos de raça.

Braquiceláficos Não Podem Andar de Avião?

Algumas companhias de avião proíbem a viagem desses cães, por acreditarem que a viagem pode causar um impacto negativo na saúde do animal, pois existem relatos que esse tipo de passeio pode agravar os problemas respiratórios do animal, por cause do estresse causado pelo voo, e pelos prováveis chamados ¨ataques de calor¨.
Em alguns casos as companhias permitem o voo do animal se estiver junto com o dono e não com as malas, lugar que normalmente eles são transportados.
Uma das companhias aéreas que chegaram a proibir o embarque dos cães, é a Cathay Pacific e a Singapore Airlines, além de outras empresas americanas que estão seguindo o mesmo caminho.

A medida foi tomada depois da divulgação de um relatório do Departamento de Transporte americano, que informava que metade dos cães que morrem durante os voos apresentam a síndrome. O resultado foi realizado e concluído entre 2005 e 2010. As companhias que permitem o voo dos braquicefálicos ao lado de seu dono já estão com as regras comprometidas devido à grande repercussão do assunto.

Embora exista este risco, a ONG de proteção aos direitos dos animais, acha a proibição um exagero, e o que deve ser levado em consideração é a necessidade do dono, que muitas vezes são obrigados a levar seus animais, como nos casos de mudança de país, foi a afirmação de Rebecca Ngan, a porta voz da ONG, e ainda afirma que a norma pode vir a aumentar o número de cães abandonados pelos donos que não puderam os levar em sua viagem.

pug: raça braquicefálica

Características dos Braquiceláficos

Geralmente são das raças Buldogue Frances, Pug, Boston Terrier, Pequinês, Boxer, Buldog Inglês, Shih Tzu, Dogue de Bourdeaux e outras raças com cara amassada.
A origem da palavra vem de ¨Braqui¨, que significa curto e ¨cefálico¨, que significa cabeça, eles geralmente possuem um maxilar inferior normal e um maxilar superior recuado, por adquirir essa aparência, esses animais são naturalmente predispostos a problemas respiratórios e outros tipos de comprometimentos diversos, que necessitam de atenções especiais de seus donos.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário: