Tudo sobre pets

Melhores Cães de Guarda

Saiba quais são os melhores companheiros e protetores.

Artigo publicado por Maria Paula

Um bom cão de guarda é uma ótima defesa para sua casa, principalmente nos dias de hoje em que as cidades estão cada vez mais perigosas e assaltos em casas estão aumentando.

O Brasil já conta com cerca de vinte e cinco milhões de cães de guarda; mas nem todos eles são treinados corretamente ou possuem as melhores características para o “trabalho”. Um bom cão de guarda espanta os potenciais intrusos antes que eles resolvam invadir seu território, por isso, não é sempre necessário um cachorro extremamente agressivo e treinado para atacar pessoas a qualquer custo. Um cachorro alerta, com um bom latido e uma aparência ameaçadora já pode ser o suficiente.

O tratamento desses cães também é muito importante. Muitas raças que são perfeitos cães de guarda, que sabem assustar, são alertas e só atacam em situações de extrema necessidade pode virar cães extremamente agressivos e incontroláveis se não forem tratados direito desde pequenos. Infelizmente, muitas pessoas acham que o bom cão de guarda é aquele que é extremamente violento, e maltratam o cão desde pequeno, tendo em casa um cachorro que pode ser violento com qualquer um e causando os vários acidentes com cães de guarda que existem hoje em dia.

Uma boa raça para cães de guarda e um bom adestramento, porém, irá lhe dar um grande aliado na segurança da sua casa. Confira as melhores raças para isso.

Pastor Alemão

Pastor Alemão é uma das mais tradicionais raças de cães de guarda. Ela foi criada para defesa de propriedades, atividades policiais, companhia e guia de deficientes. É um cão muito inteligente, que aprende comandos sofisticados. Ele também reage com bastante eficiência às agressões, é um bom cão alerta, que irá latir bem alto e sem parar. Ele é atento, percebe rápido quando há invasão da sua casa, é bastante intimidador, mas também extremamente obediente. Apenas tome cuidado para não comprar os “cruzamentos deturpados” que existem por aí, pois eles produzem muitos cães com temperamento instável.

Pastor Alemão

Fila Brasileiro

O fila é resultado de cruzamentos feitos no Brasil com cachorros que já existiam aqui e alguns trazidos pelos holandeses. Em tempos mais modernos, foi recebendo modificações nos seus cruzamentos para que virasse um cão de guarda, de caça e de pastoreio. Ele é destemido, intimida muito, late alto e é autoconfiante. Infelizmente, ele não é um bom cão para se socializar com outros animais e ele também vai precisar de muito exercício. Seu ataque pode ser fatal.

fila brasileiro

Descendente do Mastiff, o Fila Brasileiro, é um cão com ótimo desempenho para guarda.

Rotweiller

Outro cão classicamente usado como cão de guarda, o rotweiller é também usado muito no trabalho policial. Ele é forte, ágil e resistente, desconfiado e com personalidade forte. Ele se adapta a espaços reduzidos, é bem alerta e intimidador. Porém, o dono precisa se impor. O rotweiller é um cão que naturalmente procura a dominância da “matilha” e pode desafiar até os donos e tratadores. É preciso cuidado com crianças, pois eles atacam se sentirem agredidos e crianças podem, inadvertidamente, machucar o cachorro e acabarem severamente machucadas no final.

Rottweiler

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário: