Tudo sobre pets

Giardíase Canina

Saiba tudo sobre a GIARDÍASE Canina.

Artigo publicado por Maria Paula

A giardíase canina é uma doença que afeta cães, causada por um protozoário chamado Giardia spp que se fixa na região superior do intestino delgado. A transmissão ocorre quando o cão entra em contato com fezes, alimentos e água contaminada com o cisto do protozoário. Como está em forma de cisto, um estado mais protegido e resistente, o protozoário pode viver por muito tempo nesses locais contaminados, principalmente se o ambiente for úmido e frio.

giardiase canina

Depois que o cão ingere o alimento, água ou fezes contaminadas, o cisto se rompe quando chega ao intestino delgado porque entra em contato prolongado com enzimas digestivas e o suco gástrico. Em seu estado maduro, o protozoário se fixa na parede do intestino delgado.

A Giardia spp é perigosa porque ela atrapalha a absorção dos nutrientes pelo organismo, deixando o cão mais fraco, levando-o a inflamações no intestino e desidratação por não conseguir absorver a água no corpo corretamente.

Sintomas

Cães contaminados apresentam letargia, dores abdominais, perda de apetite e diarreia. Alguns cães contaminados podem não apresentar sintomas, mas ainda transmitem a doença por suas fezes. Os sintomas costumam aparecer mais frequentemente em cães mais novos, mais velhos ou doentes e vulneráveis às doenças.

A giardíase parece-se muito com outras doenças intestinais, e não existe nenhuma característica própria que a diferencie das outras. É possível identifica-la apenas pela análise das fezes do cão contaminado.

giardíase

Tratamento

A base do tratamento da giardíase é tratar os sintomas clínicos associados à infecção para que o cão não fique mal nutrido e acabe morrendo. Além disso, ele precisa tomar remédios da classe dos nitroimidazóis, furadolizona e benzimidazóis.  Deve haver um cuidado com a higiene do local onde o cão vive porque a reinfestação é muito comum nos cães. O cão infectado também oferece risco de infecção para outros animais e até mesmo para os seres humanos, pois suas fezes pode contaminar a água.

Prevenção

Existe vacina contra esse protozoário que pode impedir que seu cão se infecte com o protozoário. A vacina é eficiente em longo prazo, ajudando a fortalecer o organismo do seu cão e assim, fazendo com que ele tenha uma imunidade natural ao protozoário.

Além da vacina, hábitos de higienização do ambiente do cachorro, cuidados com a água e a comida que ele ingere, além de sempre impedir que ele coma fezes de outros animais e limpar as fezes do seu cão imediatamente, principalmente em locais públicos. Nunca dê água que não seja filtrada ou fervida e alimentos bem higienizados.

A giardíase é muito comum em animais que vivem conglomerados como em canis, é bom desinfetar sempre o local onde os cães e gatos ficam. Desinfete com desinfetantes à base de amônia quaternária, lembrando-se sempre de deixar agir por cerca de quarenta minutos para que o desinfetante mate todos os cistos do local e não cause nenhuma reinfecção dos animais. A amônia quaternária não é tóxica para os animais, mas mata os cistos mais resistentes do protozoário. Também é recomendado não deixar o animal viver em locais que estão sempre muito úmidos.

Artigo publicado por Maria Paula nas categorias: Cães





Envie seu comentário: