Tudo sobre pets

É Errado Sacrificar um Animal de Estimação Muito Doente ou Velho?

Veja algumas dicas para tomar essa decisão tão complicada.

Artigo publicado por Maria Paula

Não é nada fácil se receber um diagnóstico onde é necessário se sacrificar o cachorro, caso isto aconteça é importante se ter noções de força e coragem, bem como evitar o seu sentimento de culpa.

Podemos dizer que, infelizmente o tempo não perdoa ninguém, e todos envelhecemos e ficamos também idosos, com isto o mesmo pode acontecer com os animais de estimação, apesar disto para eles o tempo passa mais rápido e envelhecem de forma mais rápida do que os humanos.

cão velho

A partir do momento que seu cão irá ficar idoso e doente, em estágios terminais, em alguns casos a melhor alternativa é se evitar os sofrimentos do animalzinho e ainda o sacrificar, apesar de ser algo bastante dolorido para o dono, pois foram anos de dedicação, amor e ainda alegrias, nesta hora é importante se pensar em todo o sofrimento que o animal vem passando e com o passar dos dias isto tende só a aumentar.

Nesta Situações o Que Fazer?

Em um cão por exemplo que tem 15 anos e acabou ficando cego, mesmo tendo todo o cuidado começam muitas vezes a surgirem outras doenças, e os animais podem até mesmo não andar mais e se alimentar com dificuldades, muitas vezes o sofrimento do cão é algo visível.

Em consultas realizadas com veterinários, o seu dono é informado de que a melhor alternativa era sacrificar o seu cão, apesar de toda a relutância do seu dono, o veterinário poderá oferecer uma série de alternativa e novos medicamentos que podem dar uma sobrevida para o cãozinho, apesar disto eles deixam claro que isto prolongará o seu sofrimento, e então muitas vezes o dono opta por sacrificar seu amigo, já que se acordo com veterinários esta seria a melhor alternativa para dar fim ao sofrimento do animalzinho.

Como Lidar Com Isso?

cachorro doente

Se você tem um cão que é idoso e está bastante doente, e ele sofre dia após dia, é importante se realizar consultas a médicos veterinários de sua confiança, com isto ele poderá indicar o melhor tratamento que será seguido, se existir a possibilidade de sacrificar o cão, é importante manter toda a calma, e ainda esgotar as possibilidades de tratamento e mesmo consultar e saber a opinião de um profissional, um segundo ou terceiro médico sabendo que o sacrifício é a sua única saída.

Acima de tudo é importante ficar tranquilo e seguir os processos pois você deverá estar fazendo o que há de melhor para o seu cão, por mais difícil que isto possa ser, é importante lembrar que deverá ser o melhor para ele e que seu sofrimento deve chegar ao fim.

Existem várias técnicas para sacrificar cães doentes, mas isto jamais deve ser feito em casa, o melhor é buscar veterinários que ele tem todos os conhecimentos precisos e a técnica específica para fazer o sacrifício com medicamentos que evitam que o cachorro possa sentir qualquer tipo que seja de dor ou mesmo sofrimentos prévios, por isso procure um veterinário.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães, Gatos, Outros Pets




Envie seu comentário:


Comentários (2)

  1. Ana Paula
    14/01/2014 at 16:10

    Olá, tenho uma cadelinha de raça indefinida (lembra muito o piquinês) que sofre de uma doença comumente conhecida como sarna negra. Há mais de 5 anos que eu e minha família lutamos para resolver este problema e até hoje não conseguimos bons resultados. Atualmente, nossa cadelinha encontra-se bastante debilitada, a doença já tomou parte de quase todo o seu corpo e não sabemos mais o que fazer… Diversos tipos de medicamentos já foram utilizados nela e mesmo assim não adiantou. Ela já passou por vários veterinários e nenhum deles conseguiu amenizar a situação. Ela já tem 12 anos e temos medo dela não mais suportar essa doença. Por favor me ajudem!!!!! Muito obrigada.

  2. Thais Cristina
    05/01/2014 at 00:34

    Oi,tenho uma cachorra da raça piquines de um ano e meio ela tem a cor acinzentada e começou a parecer em sua barriga manchas pretas.Por favor me ajudem.obrigada.