Tudo sobre pets

Doenças em Cães Idosos

A Idade Chega para Todos

Artigo publicado por Maria Paula

A idade chega para todos, junto com ela ocorre uma série de disfunções e os cães necessitam de um cuidado mais especial. Com os cães não seria diferente, porém a contagem dos anos animais é diferente, e por isso os animais infelizmente vivem bem menos do que as pessoas. Antigamente os animais viviam bem menos, mas hoje em dia existem muitos adventos que ajudam ao cãozinho a ter uma vida longa.

Assim o melhor amigo do homem ganhou um espaço dentro das famílias e quando ficam idosos eles tem muito apoio de seus donos. Nos caninos há algumas doenças mais comuns que ocorrem com os cachorros velhos, geralmente relacionadas ao sistema reprodutor, cardiovascular e renal.

Insuficiência Renal Crônica

A IRC em geral atinge os cachorros idosos, mas pode afetar animas de qualquer idade. Existem um fator genético, onde algumas raça são mais predispostas a ter IRC. Os sintomas são ligados à dificuldade que o rim encontra em absorver a água ingerida e transorma-lá em urina, e por isso o animais acabam ingerindo muita água e urinam muito.

pug idoso

 

É uma doença irreversível, pois as alterações que ocorrem no rim afetam a funcionalidade do órgão não permitindo que o rim reabsorva água e produza urina, por isso nefropatas geralmente ficam desidratados e as concentrações de ureia e creatinina aumentam no sangue.  Essa doença canina faz com que os rins do animal fiquem pequenos, enrrugados e fibrosados. Para tratamento é indicado oferecer ração específica para nefropatas que contém baixa proteína e baixa quantidade de fósforo; deve-se oferecer muita água para o cachorro; é muito importante fazer aplicações de soro subcutâneo; e fazer hemodiálise, porém esse procedimento é muito caro.

Problemas cardíacos

Os probelmas cardíacos assim como a IRC, pode ser adquirida mas também pode ser de origem genética. As doenças mais comuns são a cardiomipatia dilatada e hipertrófica , a primeira faz com que a contrção do músculo do miocárdio seja prejudicada devido a uma insuficiência no miocárdio; já a segunda doença faz com que o ventrículo esquerdo fique espessado e com isso o preenchimento de sangue nessa cavidade fica insuficiente.

Após o veterinário diagnosticar qual doença cardíaca o cachorro possui, ele irá prescrever os medicamentos adequados para a doença, também mudará a ração para uma específica para cardiopatas, e fará constante monitoramento da funcionalidade do órgão.

Alargamento de próstata

Aumento e inflamação de próstata também são doenças caninas, e que pode prejudicar o cão. Hiperplasia prostática é como é chamado o alargamento de próstata, que ocorre em cães que não são castrados pois eles produzem hormônios que afetam a próstata. Esta patologia prejudica a saída da urina e das fezes, pois com o inchaço da glândula os canais por ondem saem essas excretas ficam comprimidos.

cachorro idoso

Câncer de mama em cadelas não castradas

Esse tipo de câncer, é um dos tipos mais comuns em cadelas. As cadelas não castradas possuem mais chances de possuir este tumor, do que as cadelas castradas antes do primeiro cio. Além do câncer de mama a castração elimina as chance do animal desenvolver piometra, que é uma doença infecciosa que atinge o útero, podendo levar a cadela à óbito.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário: