Tudo sobre pets

Como Ser Líder do seu Cão

Veja dicas para se tornar um líder calmo e assertivo para o seu cão

Artigo publicado por Maria Paula

É de extrema importância que exista uma boa relação entre humano e cachorro. Esse respeito deve ser mútuo, porém é de extrema importância que o dono seja um “líder” para o cachorro que habita sua casa. A origem da palavra líder está relacionada com a própria origem do cachorro, seu ancestral mais próximo é o lobo, e este vive em matilhas e tem forte instinto de bando e social.

Com seu cachorro é a mesma situação. Apesar de ele estar vivendo em uma casa, ele ainda tem seus instintos animais fortemente enraizados em seu comportamento e interação com o ambiente. Entenda interação com o ambiente não só como com os ambientes físicos da casa, mas também com os seres humanos e que fazem parte da sua vida. Para o cão os donos é como se fossem parte da matilha de sua cabeça.

cães treinados

E como sabemos se existe uma matilha existe um líder, e na sua casa e para seu cão você deve ser esse líder. Sendo assim separamos aqui algumas dicas para ajudar você nessa situação. Porém, entenda que a definição do comportamento canino é algo que se constrói durante a vida e experiências vividas. Portanto quanto mais novo for seu cachorro, mais as possibilidades de um melhor adestramento e resultados satisfatórios.

O comportamento de um líder

Todos querem ser o líder, inclusive seu cão. Então entenda que se você não tomar a dianteira e agir como um, quem irá fazer isso é ele. Um líder age da seguinte maneira:

1. Toma a dianteira

Tomar a dianteira significa que você vai na frente, você guia o cão por onde ele deve ir ou passar. Por exemplo: Passando primeiro pela porta, fazendo ele andar atrás de você quando passeia. Uma situação interessante que muitas pessoas acabam não se dando conta é que se por acaso você for compartilhar algum alimento com ele que você está consumindo, primeiro você come, depois ele come. Não de seu alimento na frente para ele.

2. Dá mas exige

O seu cão tem desejos, como por exemplo, passear. Se você satisfizer todos os seus desejos sem que ele faça nada em troca é como se ele simplesmente deva ser servido e você é o serviente. Portanto, usando o mesmo exemplo da situação acima, se ele pedir um alimento para você, não o satisfaça imediatamente. Faça-o realizar alguma tarefa como dar a pata, pular, ou qualquer outro tipo de brincadeira que vocês realizem. Dessa forma ele vai entender que quem prove as coisas para ele é você, e ele o deve respeito e gratidão por isso.

3. Cuida do que é seu

O líder da matilha possui o dever de cuida do que é do seu território, tanto em questões físicas e espaciais, como em questões de indivíduos que vivem com ele. Por isso que ele é considerado um líder. Se você não tiver esse tipo de comportamento quanto a sua casa, suas coisas e quanto ao próprio animal, você deixa de ser um exemplo a ser seguido e passa a ser mais um oponente na disputa do controle da matilha. Por exemplo, seu cão roubou sua toalha. O que muitas pessoas fazem nesse momento é gritar com o cachorro e disputar o controle da toalha com ele no estilo “cabo de guerra”. Perceba como a palavra disputar foi utilizada. Nessa situação você já está disputando o controle do seu território com seu cão.

Nesse caso o melhor a se fazer é já ter um comando curto de repreensão programado com o cachorro, que indica que você não está satisfeito com sua atitude. E para completar, nesse dia também se você costuma fazer alguma brincadeira com ele não o faça, ignore-o, pois isso indicara sua insatisfação fazendo com que ele tenha um reforço negativo em sua cabeça quando pensar em fazer aquilo de novo.

Fora a responsabilidade com o lar, o dono também deve ter a responsabilidade com seus seguidores, ou seja, se seu cãozinho estiver doente, com fome, sede, frio ou qualquer outra necessidade básica, é seu dever cuidar dele para que ele tenha uma vida confortável e melhor. Se você não fizer isso seus instintos animais vão fazer ele procurar o que precisa por si só, acabando assim a relação entre dono e animal.

cão em treinamento

4. Dá o exemplo

O líder sabe se impor corretamente na hora certa. Como foi citado no exemplo acima, o líder soube lidar com a situação sem que fosse necessária agressão. Os seguidores imitam os passos do seu líder, logo se esse é agressivo, seus seguidores também serão. Veja, se você agride seus cão constantemente, logo ele vai absorver esse comportamento e passará a agir da mesma forma contra você.

Existem outras maneiras de punir seu cão por um comportamento inadequado, como comandos curtos, privação de algo (desde que não seja nenhum item básico à sua sobrevivência), ignorar o cão. Essas atitudes são suficientes para você dar garantir seu posto sem que para isso você tenha que brigar fisicamente por ele.

5. Reconhece

Esse é um dos pontos mais importantes. A mente do cão trabalha através de reforços positivos e negativos de comportamento. Se você reconhece positivamente um ponto negativo, logo você estará reforçando esse ponto na mente do cão o incentivando a realizar o mesmo ato novamente. Se você reforça positivamente atitudes interessantes para você, logo você estará adestrando seu cão para caber a melhor a sua casa e ao seu território.

Portanto, se ele agir submissamente obedecendo você, elogie e recompense-o por essa atitude. Isso vai fazer com que ele entenda que você é o dono, que você que prove e que para que ele possa viver ali as determinadas regras devem ser seguidas. Seja um líder do seu cão e não um oponente. Essa é a melhor forma de ter uma vida harmoniosa e feliz juntos.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário:


Comentários (1)

  1. Ladyane
    03/02/2014 at 14:30

    Olá. Tenho uma dachshund, vocês já devem ter ouvido que eles são bem teimosos kkk… Ela é um amor, mas realmente tem horas que percebo que ela quer “testar” as minhas ordens. Não é fácil, mas até que é bem divertido, é só ter paciência que eles aprendem. Chega a ser bem engraçado como esses bichinhos pensam, querem dominar mesmo. Mas eu morro de amor por ela e digo TENHAM PACIÊNCIA, com seus nenéns, ela é o xodó de casa e costumo dizer que ela não é cadela e sim minha filha. Adorei a matéria. Obrigada. Ladyane.