Tudo sobre pets

Como Maximizar o Potencial de um Filhote?

Aprenda como incentivar seu filhote em seus potenciais.

Artigo publicado por Maria Paula

Muitas pessoas compram ou adotam filhotes de cachorro com um objetivo bem específico para o cachorro. Claro que todos eles amam os cães e querem brincar e ter sua companhia, mas também querem um cão que proporcionam um tipo de serviço específico como cão guia, cão de guarda, cão de companhia, cães que fazem companhia e muito mais.

Mas, quando temos o filhotinho conosco ficamos preocupados em como devemos tratar e cuidar desses cães para que todo o seu potencial seja desenvolvido para o objetivo que queremos. A seguir, daremos algumas dicas de como maximizar esse potencial de acordo com alguns objetivos.

filhote

Para Guarda

Um cão de guarda eficiente é um cão espanta os intrusos antes que eles realmente invadam sua casa; eles são alertas, barulhentos e sabem discernir invasores de visitas e outros barulhos. O bom cão de guarda deve ser agressivo, mas não precisa ser um cão que ataca as pessoas, é até preferível que ele só ataque em último caso.

Algumas raças são melhores cães de guarda do que outras. Os melhores são os cães das raças: Pastor Alemão, Rotweiller, Dobermann, Fila Brasileiro, Boxer e Dogue Alemão. Algumas outras raças são também bons cães de guarda, mas essas formam os melhores deles e os que têm maior potencial.

Algumas diretrizes do treinamento do cão de guarda são bastante básicas e isso o próprio dono deve fazer: Desestimular o cão de guarda a morder por brincadeira, é muito importante que ele entenda comandos básicos, limites são muito importantes nesse tipo de cachorro, pois eles costumam querer dominar o dono, e é muito importante que seu treinamento não seja feito com base em punição. O adestramento profissional é extremamente importante porque inclui treinamentos para a segurança do próprio cão, como por exemplo, ensinar o cão a não comer comida que não esteja na sua vasilha, o que evita a morte por envenenamento, tão comum nesses cães.

Para Companhia

As melhores raças para cães de companhia são os de pequeno porte, embora alguns de médio e grande porte possam ser ótimos companheiros também. Yorkshire, pug, shitzu e poodle são os mais populares dentre essas raças, mas você pode ser criativo em relação a esse tipo de cachorro e ter um boxer, por exemplo, como cão de companhia.

Uma das melhores formas de maximizar o potencial do cão de companhia é o afeto. Manter o cachorro próximo de você e brincar muito com ele faz com que o animal lhe seja leal e queira sempre estar com você. Do outro lado, é preciso ensinar limites. Não mime demais seu cão de companhia ou ele pode ficar possessivo, treine-o você mesmo a obedecer comandos básicos, acostume o cachorro a ficar sozinho sem problemas caso você trabalhe e precise deixa-lo em casa e tenha sempre brinquedos e jogos para passar o tempo juntos.

filhotes

Para Defesa

As melhores raças para cães de defesa são as mesmas para cães de guarda, em especial o Pastor Alemão, Dobermann e Rotweiller. Esse tipo de cachorro deve, com certeza, ser submetido a adestramento profissional acompanhado do dono. Cachorros treinados para atacar podem ser um perigo para sua família e vizinhos se treinados com crueldade e violência, e precisam também ter muita afetividade para com você e sua família. Por isso, o treinamento baseado em afeto e na própria natureza do cachorro deve ser o foco para quem quer esse tipo de cachorro em casa.

Publicado por Maria Paula nas categorias: Cães




Envie seu comentário:


Comentários (2)

  1. ANA PAULA
    06/02/2014 at 16:54

    Olá, meu marido me deu um pequinês ela tem 3 meses é uma graça super amiga e minha paixão, gostaria de tirar uma duvida: eu saio cedo para trabalhar e meu marido sai umas 11 hrs e voltamos por volta das 00:00 morro de dó de deixa-la sozinha, vc vê algum problema nisso?

    Obrigada,
    Ana Paula

    • Bruna
      06/02/2014 at 17:11

      O importante é que você deixe seu pet com bastante brinquedos para mantê-lo entretido enquanto você estiver fora e, sobretudo, saia para passear com ela por, pelo menos, 30 minutos por dia, que pdoem ser divididos em 2 passeios de 15 minutos.